El viejo Barrett

El viejo Barrett

 

sobre o projeto

Das linhas da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil até os rios Paraguai-Paraná-Prata uma reflexão contemporânea do olhar e da obra do escritor Rafael Barrett que em 1908 viaja ao Brasil em busca de trabalho nas estradas de ferro. Este documentário tem como proposta buscar uma síntese entre as perspectivas geográficas, históricas e filosóficas de Barrett associando-as à realidade atual da América do Sul a partir de cartas e experiências nas cidades em que visitou: Corumbá (MT-BRA), Assunção (PAR), Montevidéu (URU) e Buenos Aires (ARG).

Reconhecido e reverenciado por pessoas como Eduardo Galeano, Jorge Luis Borges e Augusto Roa Bastos, Rafael Barrett é ainda um personagem pouco conhecido, porém digno de uma epopéia clássica, libertário de singular importância cultural e filosófica. A inquietude universal, o misterioso como componente objetivo da realidade, o caráter inevitável das utopias, a filosofia dinâmica, tudo isso é visto através de um olhar além dos tempos de Rafael Barrett: “Não se trata de uma ciência e sim da trajetória que segue o centro de gravidade do nosso espírito”.

“El viejo” como Barrett era conhecido, teve uma vida potente porém fugaz. Morreu de tuberculose aos 34 anos em 1910 como um verdadeiro romântico. Foi também avô de Soledad Barrett – militante morta na granja de São Bento em Pernambuco.

2

 

 

 

 

 

 

 

“¿Existir? Todo existe, y lo ideal más que lo real”

 

 

 

 

 

itinerários

corumbá > assunção > buenos aires > montevidéu

trajeto

projeto em desenvolvimento
direção e roteiro: roberto jaffier